terça-feira, 13 de junho de 2017

Harmonia duma casa

Hoje acordei e olhei para as fotografias cheias de felicidade, esperança e uma postividade que nunca tinha mais tinha visto em nós.
Levantei, expirei,inspirei e observei bem fundo as cores das paredes.
Eram brancas, mas pareciam negras na minha mente, sem um quadro, sem uma luzinha, sem uma história de amor.
Parecia haver tanto desprezo, tanta cobardia e falta de apreço pelo próximo.
O meu peito doeu bastante até eu desmanchar-me em lágrimas, chorei profundamente enquanto a minha dor comia-me por dentro e não deixava ser mais feliz.
Eu percebi que estava a mais naquela casa parece que um candeeiro tinha mais utilidade do que a minha pessoa.
Ela transmitia um calorzinho no coração aquele aconchego que eu já não recebia.
Eu era aborrecida parecia não servir para mais nada, parecia que aborrecia todas as pessoas á minha volta mesmo sem eu falar talvez só por existir.
Estava no sítio errado...
Empacotei a pouca harmonia que não podia dar a esta casa e procurei por outra.
Quando deram-me a chave dela, ela era fria precisando do quentinho das minhas mãos.
Era mais uma casa, mas essa era diferente porque ela precisava de mim, ela queria que eu estivesse ali por ela, ela não fazia sentir como uma chata porque eu iria conseguir dar-lhe tudo.
Comecei por colocar uns quadros cheios de cor e doçura, espalhei as nossas fotografias, completei toda ela com paz e deixei por lá o meu silêncio.
Tudo o que eu queria era o meu silêncio, queria poder chorar sem sentir que estou a incomodar, queria poder respirar com toda força dos meus pulmões, queria começar algo não sozinha, mas com o meu silêncio.
Queria que alguém precisasse de mim e era esta casa.
Porque para outro alguém teria sido esquecida.
Esquecida do amor, da saudade, da compaixão e da amizade , eu era simplesmente um vulto de tristeza magoado procurando estar no lugar certo.

9 comentários:

  1. Olá Noemi,

    Você escreve muito bem, adorei o texto.

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada! Fico muito feliz por saber que as pessoas gostam dos meus textos!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Aserio?! Eu já pensei em fazer isso. É um sonho, mas tenho tanto medo de não dar certo, mas vou pensar profundamente nisso.

      Eliminar