domingo, 11 de junho de 2017

No amor é merecido dividir o colchão

A lua olha em direcção ao nosso amor e dá-nos forças para levantarmos os pés e voarmos para um lugar desconhecido.
O nosso amor faz-me querer dividir um colchão no céu contigo e fazer o teu braço o meu travesseiro.
Irei continuar a sonhar com vontade de alcançar os teus lábios no meio dessa barba, quero encontrar-me no céu da tua boca e saber os teus segredos.
Sinto um medo bobo de pernoitar no teu coração, fugires e despedaçares todo ele.
Só que quando penso no quanto queria fazer-te perder nas minhas curvas fico querendo que faças o que quiseres de mim, da minha mente e de toda minha sanidade.
O meu coração vive dividido entre o desejo e amor e tu sabes que quero ser mulher de uma cama só e da tua preferência, não quero ficar entre 4 paredes contigo para explorarmos as nossas fantasias, mas sim para amortecermos de vez os medos.
Preciso de sentir-me no céu e viver como se pudesse voar mais uma vez e encostar-me perto do meu amor que és tu.

6 comentários: